.A arte de cutucar.

O Eu gigante está quieto. Eu maior ainda, inquieto.

Terá o Eu gigante novamente adormecido ou simplesmente aproveita o novo momento, com calma, detalhe por detalhe, minuto a minuto, cada segundo de renovação, vida nova e decisões?

Eu maior ainda acompanha, num balanço de corpo suave guiado pela respiração. Por dentro, ofegante, frenético e incontrolável desejo de novas histórias, não só para o plágio não plagiado numa versão sob tal ponto de vista, mas pelo simples fato de querer coralizar alguma coisa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s